Colégio Múltiplo
Close

Simulado Enem

Simulado Enem

Nos dias 12 e 13 de junho, nossos alunos de High School (9° ano a 3ª série do ensino médio) participaram da aplicação do simulado Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). A prova foi presencial, mas alguns optaram por realizar a prova online. 

Sobre o Simulado Enem: é oferecido pela empresa Evolucional e funciona para nossa escola como uma avaliação externa — através dele, podemos acessar como está o desempenho de nossos alunos em cada área do conhecimento e comparar os resultados com os de outras escolas. Para quem participou da aplicação presencial, o formato é igualzinho ao do Enem:

  • os cadernos de prova têm o mesmo formato;
  • os gabaritos e folha de redação têm exatamente a mesma estrutura (para os alunos que erram ou rasuram, por exemplo, não há uma segunda chance, não podemos entregar um gabarito extra como muitas vezes fazemos nas provas da escola, então a atenção tem que ser redobrada no preenchimento);
  • a contagem de tempo simula o formato usado no Enem oficial: não há relógio de parede na sala e os alunos não podem entrar na sala com relógio de pulso ou celular — conta-se o tempo através de blocos de minutos que vão sendo retirados pelo aplicador (isso exige dos alunos uma outra organização e uma administração do tempo de cada questão muito particular);
  • o Múltiplo foi estritamente rigoroso com a pontualidade: alunos que se atrasaram (um minuto que fosse) foram impedidos de fazer a prova. Os portões foram fechados pontualmente para que os estudantes entendessem a seriedade dos atrasos em situações como esta. Infelizmente, houve casos de alunos que se atrasaram no segundo dia e, por isso, perderam a prova. 

“Foi triste impedi-los de participar, mas fizemos isso pois acreditamos ser importante para seu aprendizado e crescimento pessoal”, relata Silvia Cabral, Coordenadora do High School. Segundo ela, a ideia deste tipo de simulado é preparar os estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio que eles irão enfrentar muito em breve. “Envolve desde prepará-los para a “jornada física” do que isso significa: ficar várias horas sentados, no período da tarde, de fim de semana, até treiná-los para o entendimento do que é fazer uma prova em TRI (Teoria de Resposta ao Item)”. A avaliação em TRI é singular porque não leva em consideração o número de acertos dos alunos, mas sua coerência pedagógica; para os estudantes, entender como navegar este tipo de prova é um processo interessante porque os ensina a não “chutar” respostas e orienta um outro formato de estudo. 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) prevê iniciar avaliação para o ‘Enem seriado’ em breve. “Tudo indica que nossos alunos que hoje estão no Ensino Médio passarão por esse processo”, explica Silvia. O Enem seriado ganhou este nome porque será uma prova aplicada “em série”, ou seja, em mais de uma etapa.  Enquanto o Enem tradicional avalia o conteúdo de todo o ensino médio em dois domingos de prova, o Enem seriado avaliará o conteúdo de cada ano do ensino médio assim que os alunos concluírem aquela etapa. A nota geral será uma média de desempenho nas três provas. Desta maneira, os alunos poderão optar por concorrer a uma vaga nas universidades por meio desta nota, ou ainda, fazer outra seleção, como o Enem tradicional ou os vestibulares de cada instituição. “

De qualquer forma, sendo a portaria do Enem Seriado aprovada para aplicação imediata ou não, nossos alunos já estão se preparando. O interessante da aplicação que fazemos na escola é que os alunos podem usar seus resultados finais para fazer simulações de uso desta nota no Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que é o sistema informatizado do Ministério da Educação, no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Enem.  Assim, cada aluno consegue ter uma ideia muito aproximada de quais cursos poderia cursar e em quais universidades com a nota que obteve”, finaliza. 

Related Posts