Colégio Múltiplo
Close

Especial Conjunto Flexível: Emoções e Futuro

Especial Conjunto Flexível: Emoções e Futuro

A eletiva “Emoções e Futuro” destaca a arte em sua dimensão humanizadora e potencial para afetar as pessoas. É um dos instrumentos de trabalho da professora Elaine Gonçalves no favorecimento da constituição de formas mais elaboradas de o estudante ser, estar, pensar e agir no mundo. zs

“Os embasamentos teóricos da disciplina são inspirados nos conceitos do teórico Vigotski, principalmente os da “Psicologia da Arte”, tendo em vista a potência dessa linguagem para fazer emergirem emoções, contradições e a reflexão, como meios que contribuem intensamente para que o aluno amplie consciência sobre si, sobre o futuro, sobre as relações e sobre o mundo. Assumindo essa perspectiva, a eletiva apresenta aos jovens do ensino médio a possibilidade de entrar em contato com o caráter promissor da arte na promoção da imaginação, por meio de atividades em grupo ou individuais, durante os encontros realizados semanalmente”, explica Elaine. 

Depoimentos de alunos:

Gabriel Mahmud Lahaliyed (1a série do médio)

“No primeiro semestre de 2021, eu participei da eletiva Emoções e Futuro, aplicada pela psicóloga Elaine. Me inscrevi nessa disciplina focando apenas na parte de “futuro”, pois nunca lidei bem com sentimentos. No começo, tudo era novidade para mim, pois eu nunca tinha tido uma relação próxima com atividades que estimulam o autoconhecimento, porém, com o tempo, fui me adequando ao ato de questionar os meus gostos e prioridades. Nas primeiras aulas, confesso que me sentia fora da zona de conforto, pois estava em um ambiente totalmente novo, o que me fez perceber a urgente necessidade de aprimorar meus entendimentos em relação aos meus sentimentos. Ao decorrer das aulas, fui me soltando cada vez mais. Comecei a participar mais da eletiva, e com isso vieram os resultados. Particularmente, sempre fui muito preocupado em relação à escola, boletim, etc. Eu acreditava que o motivo da minha angústia em relação a notas e prazos se dava pelo nível de dificuldade dos meus sonhos, mas descobri que o real motivo era a complexidade dos meus sentimentos. Analogicamente falando, é como se meus sentimentos fossem uma corda embaraçada que a eletiva me ensinou a desembaraçar. Eu recomendo essa eletiva para pessoas que, assim como eu, não são boas em expressar seus sentimentos. Pode parecer complicado ou desnecessário, mas buscar conhecimento sobre si mesmo pode ser a chave para a autoconfiança e tranquilidade. Além disso, acredito que isso se trata de lazer próprio. Posso dizer que foi uma experiência completamente nova e modeladora em relação ao meu caráter, e com toda certeza isso mudará meu futuro”.

Beatriz Tófano Lemos (1a série do médio)

“Eu decidi cursar a eletiva “Emoções e futuro” pois sempre me interessou muito saber um pouco mais sobre mim mesma e sobre as minhas emoções para que consiga ter uma idéia de como me preparar para o meu futuro. Essa eletiva foi ministrada pela professora, Elaine Gonçalves através de encontros semanais. Encontros porque além de ser uma aula, também se tornou um momento especial nas nossas semanas para conversarmos e falarmos sobre os nossos sentimentos. Durante o primeiro semestre realizamos várias atividades em grupo, contemplamos e refletimos juntos sobre imagens; discutimos em pequenos grupos as propostas e em seguida apresentamos nossa discussão para a turma inteira e observamos as atividades de inúmeras maneiras, mas sempre com o objetivo de olhar para as nossas emoções e tentar pensar sobre o nosso futuro. Em todas as aulas éramos desafiados com a pergunta, o que você sente: ao ver esta imagem; ao ler este texto, ao escutar esta música, e no começo eu nunca sabia o que dizer, porém, com o decorrer do semestre e com as propostas das aulas aprendi a respondê-las com mais clareza e entusiasmo. Os encontros cumpriram muito bem com as minhas expectativas e me ajudaram em meus objetivos iniciais. Recomendo muito para os alunos que se interessarem, para que consigam ter essa perspectiva emocional e esta “preparação” para se entender melhor e realizar boas escolhas futuramente. Realizaria novamente essa eletiva, pois gostei muito e quero entender cada vez mais as minhas emoções”. 

Julia de Lima Blanco Martins (1a série do médio)

“Eu decidi cursar a disciplina de Emoções e Futuro porque me ajudaria em relação à minha escolha profissional, emoções e sentimentos. Eu andava muito preocupada em relação à escolha profissional e sobre pensar no meu futuro, já que a pressão aumenta quando estamos no Ensino Médio. Nesse momento da vida escolar, além de pensarmos nas escolhas, também é muito importante nos dedicarmos nas ações voltadas à preparação para o vestibular. Precisava de uma disciplina que me acalmasse em relação a tudo isso, e essa foi a maior contribuição da disciplina Emoções e Futuro. Durante a eletiva tivemos a oportunidade de refletir e dialogar sobre poemas, músicas e obras de arte. As atividades aconteciam em grupo ou individualmente. As reflexões eram muito interessantes, ouvir os diferentes pontos de vista e interpretações sobre os assuntos propostos me ajudava a ter  novas ideias e ampliar a minha visão de mundo. 

Uma das atividades mais marcantes para mim foi quando contemplamos em grupo uma das obras do Escher, chamada “Céu e Água”. A ideia proposta pela professora era que tentássemos fazer relações com os propósitos da disciplina e depois conversarmos a respeito. Inicialmente não conseguimos dizer exatamente o que sentíamos ao observá-la ou quais impressões ela nos causava. Durante essa aula todos os alunos estavam em suas casas, devido a pandemia de COVID-19; senti vontade convidar a minha tia, que estava em casa para contemplar a obra junto comigo e foi muito interessante porque consegui juntar a opinião dela com o que eu estava sentindo e então expressei a minha opinião no grupo. Assim como na imagem, que vai do fundo do mar até o céu, nossos sonhos e vontades não podem ter limites ou é possível dizer: “o céu é o limite”. Podemos perceber, na imagem, que o pássaro que está no topo e o primeiro peixe mais escuro são os que tem mais detalhes e estão com uma forma mais clara que os outros. Refleti que quando estamos em  um ambiente que nos agrada trabalhamos melhor e vamos formando a nossa identidade. É essencial fazermos o que gostamos e aquilo que nos deixa felizes; além disso fazermos o que nos transforma em seres humanos melhores. Agora por último temos os espaços entre os peixes que formam pássaros e os espaços entre os pássaros que formam peixes, isso me ajudou a pensar que podemos experimentar diversas áreas e profissões até descobrirmos a nossa. 

Related Posts