Colégio Múltiplo
Close

Especial Conjunto Flexível: Cinema e Literatura

Especial Conjunto Flexível: Cinema e Literatura

Cada arte tem o seu valor e importância e toda arte tem um funcionamento próprio que nos ensina a pensar o mundo de diferentes maneiras. Por esta razão, uma das eletivas oferecidas no Colégio Múltiplo é o curso de “Cinema e Literatura”, ministrado pela professora Sílvia Cabral Teresa, que ensinou cursos nesta área para alunos de graduação na Universidade de Brown, nos EUA. Além de serem apresentados ao estudo técnico do cinema e da literatura, que envolve se debruçarem sobre o roteiro, a fotografia, a produção, as diferentes teorias literárias, etc., os alunos deste curso são convidados a desenvolver análises e reflexões sobre as micro e macro estruturas de nossa sociedade e das comunidades imaginárias de dentro da ficção. Segundo a professora, “o cinema e a literatura são importantes instrumentos para informar, educar e  conscientizar, pois além de divulgarem conhecimento, estimulam o autoconhecimento. Os estudantes aprendem sobre culturas variadas, deparam-se com temas complexos, repensam valores, constroem e desconstroem conceitos e passam a se questionar sobre assuntos que antes passavam despercebidos em suas vidas. Trata-se de uma nova configuração do olhar, uma nova maneira de ver o mundo”. Neste curso, além de assistirem curtas e longa-metragens e de lerem textos literários (contos, poemas e trechos de romances), os alunos entram em contato com conceitos de filosofia, antropologia, história, entre outros.

Depoimentos de alunos:

Nathália Santos Paiva (1a série do médio): 

Decidi cursar esta disciplina pois sempre apreciei muito coisas relacionadas a cinema e literatura (filmes, séries, livros e poemas) e considerei o curso uma grande oportunidade de aprender mais sobre e me envolver cada vez mais nessa área. Um dos meus objetivos é trabalhar com cinema, portanto, o curso de Cinema e Literatura fará com que eu compreenda melhor e tenha uma base para o meu futuro, além de saber se isto é o que eu realmente quero. O curso consiste em encontros semanais de discussões sobre obras cinematográficas e/ou literárias. As tarefas geralmente consistem em assistir filmes específicos, ler contos ou trechos de livros, e então fazer um comentário ou responder perguntas sobre as obras, para que sirvam de conteúdo para as discussões em aula. O curso reúne várias obras impressionantes, que rendem boas análises e um grande aprendizado. Recentemente vimos dois curta-metragens interessantes, que nos levaram a refletir sobre temas como o racismo estrutural e o luto (“Dois estranhos” e “Se algo acontecer, te amo”), ambos ganhadores do Oscar 2021. São obras impressionantes e emocionantes, que renderam ótimas discussões. Acredito que o mais importante deste curso foi que aprendi a analisar as obras nos mínimos detalhes, seja ângulos de câmera, trilha sonora ou estrutura de texto. Também aprendi a avaliar as obras com base no meu conhecimento sobre o assunto, mesmo quando não gosto delas.  

Nycolas Domênico (3a série do médio):

Eu resolvi cursar esta disciplina pois sempre tive interesse em saber como os filmes e documentários são desenvolvidos e produzidos, de forma que pudesse olhar por outro ângulo. O que mais gostei até agora foi da atividade de assistir o filme “Filhos de Istambul” e analisá-lo em aula. Adorei o filme e a estória impactante que ele traz consigo, mostrando a realidade de um catador de papelão e como a desigualdade social afeta sua vida e a de sua comunidade todos os dias. Neste curso, sinto que aprendi coisas importantes como analisar o posicionamento das câmeras e o uso de paletas de cores na fotografia (mais escuras e mais vivas em diferentes momentos, tudo relacionado aos sentimentos tanto dos personagens como do espectador). Além disso, acho que, aos poucos, estou aprendendo com este curso sobre as diferentes visões que são passadas por uma obra, que muitas vezes diferem do óbvio ou do que identificamos em um primeiro momento como a intenção principal.

Mariana Leão Baia de Oliveira (1a série do ensino médio):

Escolhi cursar a disciplina eletiva de Cinema e Literatura porque achei a proposta muito interessante e procurava expandir o meu repertório cultural com cinema e literatura. Essa disciplina eletiva certamente impactará diversas áreas da minha vida. Ela desenvolve a percepção das críticas feitas nos filmes e livros, usando elementos fotográficos, literários, sonoros, de angulação, entre outros. Cursar essa disciplina nos leva a prestar muito mais atenção ao sentido e às mensagens ocultas que um certo filme quer passar, por exemplo. Durante as aulas, normalmente nos aprofundamos nos temas e conseguimos trazer questionamentos e perspectivas diferentes para cada interpretação do que foi passado.  Temos também alguns trabalhos em grupos, discussões em duplas e atividades criativas e interativas juntamente com os colegas do curso. Gostei muito de poder descobrir mais gêneros, estilos de filmes e livros que desenvolveram o meu entendimento sobre a abrangente indústria cinematográfica. Eu sinto que, até o momento, consegui aprender diversas coisas que eu vou levar para a minha vida. Desde um repertório cultural mais expandido, descobrindo diferentes estilos e tipos de roteirização de filmes e gêneros literários, até conseguir reconhecer temas importantes da nossa sociedade através de uma análise mais perspicaz de um filme ou obra literária. Perceber que as cores, efeitos e trilhas sonoras, ângulos de filmagem, representações e símbolos podem significar muito mais do que aparentam é sensacional! Ainda mais quando esses elementos trazem uma mensagem mais profunda por trás, expondo problemáticas de temas como racismo, saúde mental, paternidade/maternidade, desigualdade social, pobreza, entre muitos outros. 

Isabela Tomazella Ronchi (1a série do ensino médio):

Acredito que muitos, assim como eu, quando pensam na sua infância logo lembram de algum filme que marcou esse momento, no meu caso foram muitos. Filmes e depois livros estiveram sempre presentes na minha vida, ainda mais com o ano que tivemos em 2020. Com isso, minha rotina em sua grande maioria se definia em mergulhar a cabeça em livros e filmes, perdendo a noção do tempo (talvez seja por isso que mal vi o ano passar). Assim, quando vi Cinema e Literatura como uma opção de disciplina senti que não iria ter erro para mim. Quando ingressei na primeira aula, graças à minha experiência assistindo filmes, me sentia uma expert, mal sabia que poderia aprender tanto. Na realidade o que conhecia era só a ponta do iceberg, só a pontinha mesmo. Com essa disciplina comecei a olhar algo que gostava tanto e por tantos anos, com uma visão completamente diferente. Percebi que ela causaria um impacto a partir do momento que reassisti filmes que não gostava com esse novo olhar e eles se revelaram ser muito mais do que imaginava. Eu descobri novas formas de assisti-los, algo que não se limitava somente à sua trama. Isso com certeza levarei para minha vida. Com o passar dos filmes, consegui entender algumas coisas que me ajudaram. Primeiro, é preciso prestar muita atenção ao que você está assistindo, não podemos assisti-los como quando vemos algo para passar o tempo ou por diversão. Cada detalhe é essencial para termos um entendimento maior sobre o que o conteúdo proposto quer nos contar, lembrando sempre que “tudo é proposital”. O que mais me chamou atenção pessoalmente é que graças à eletiva tive a oportunidade de conhecer e assistir obras que sem ela nunca teria descoberto ou tido a iniciativa para ver. Algumas dessas obras gostei mais, outras nem tanto, já outras precisei de ajuda para entender o que estava acontecendo, mas todas me ajudaram a entender e me desenvolver mais nessa área que gosto tanto. Mas ao longo do curso também entendemos que não é uma questão de gostar da trama ou não, mas de entender o que o filme nos tem para oferecer.

Related Posts